O Movimento Violão

O projeto teve início em 2013-4 e aconteceu mensalmente nas cidades de Ribeirão Preto, Araraquara e São Paulo por vários anos consecutivos. Em 2011-2 o projeto teve apresentações no Kennedy Center em Washington, no Estados Unidos e incorporou outros Estados brasileiros, como Minas Gerais e Bahia em sua programação. 
As apresentações de São Paulo são gravadas ao vivo com excelente produção e geram os programas do Movimento Violão do canal SESCTV. O Movimento Violão está na programação deste canal vários dias por semana, e é transmitido em cadeia nacional e pela internet desde 2009. Ao longo destes quatorze anos, o projeto produziu mais de 50 programas de TV com os melhores violonistas da atualidade. 
 Em 2011 o Movimento Violão foi a única série brasileira a ser incluída na programação do Kennedy Center em Washington-DC, nos Estados Unidos. As apresentações foram transmitidas ao vivo pela Internet e ficam hospedadas permanentemente no site do Kennedy Center, levando a programação do Movimento Violão a um imenso público. 
Segue aqui o link do recital de estreia: http://www.kennedy-center.org/explorer/artists/? entity_id=80525&source_type=B
 Em 2011 foram lançados um DVD e um CD dos projetos decorrentes dos anos de 2009-11. Esse material vem sendo distribuído gratuitamente nas escolas de música do país, numa atitude que fomenta a cultura musical de forma singular e inédita. 
Em 2012 o projeto ganhou um site interativo com fórum, o qual teve mais de dois milhões de visitantes nos seus primeiros meses de atividade, sendo colocado entre os mais acessados na lista do Google.  
Abril de 2013 foi lançado o segundo DVD do Movimento Violão, contando com os melhores momentos da série de 2012.
Na edição de 2013 o projeto foi aprovando pelo ProAC e apresentou no primeiro semestre deste ano um novo formato, dois jovens violonistas brasileiros reconhecidos internacionalmente em cada recital. Na Capital, a série foi recebida nas unidades do SESC, sendo gravada integralmente pelo SESCTV.
Os concertos de Ribeirão Preto foram gravados no Teatro Minaz, dando origem ao terceiro CD do Movimento Violão. O projeto contou com o apoio do SESC em São Paulo, da FUNDART e da Secretaria Municipal de Cultura em Araraquara e da Cia Minaz de Ribeirão Preto.
Recebeu  suporte, também, das cordas Augustine (USA), Tecno Road e EPTV (afiliada da TV Globo).
 Na edição de 2012 o projeto, aprovado pelo ProAC, recebeu o patrocínio da Usina São Manoel, da FUNDART e da Prefeitura Municipal de Araraquara. 
Na programação, contamos com atrações internacionais como o legendário Duo Assad, Carlos Barbosa Lima, Pablo Márquez, Eduardo Isaac entre outros. Ainda nesta edição o Movimento Violão apresentou a première das “Lendas Amazônicas”, Fantasia Concertante para dois violões e orquestra do compositor Marco Pereira. A obra foi escrita especialmente para essa ocasião e estreou SESC Vila Mariana (SP) em 06 de Novembro, junto a Orquestra Metropolitana, regência de Rodrigo Vitta, tendo como solistas Marco Pereira e Paulo Martelli. 
O Movimento Violão 2012 foi gravado integralmente pelo SESCTV com produção da DNarte Brasil em São Paulo. Já em Ribeirão Preto, os concertos foram gravados em áudio/vídeo pela Cia Minaz e os melhores momentos desta temporada deram origem o 2º DVD da série.
Em 2014 recebemos o Trio Opus 12, Giacomo Bartoloni,  Regina Albanez, Victor Noah e Josias Mueller (dois jovens talentos, vencedores do I Concurso Movimento Violão, realizado no Centro da Cultura Judaica, em S. Paulo), Marco Pereira, Paulo Pedrassoli, Fábio Zanon e finalizando a temporada: o violonista Paulo Martelli. 
As apresentações aconteceram nas unidades do Sesc em São Paulo, Teatro Municipal em Araraquara e no Sesc Palladium e no Conservatorio da UFMG em Belo Horizonte-MG.
Na edição de 2015,  o Movimento Violão fez uma parceria com a Sociedade Cultura Artística e lançamos a série internacional com os violonistas: Paul Galbraith, Scott Tennant, Jorge Caballero, Álvaro Pierri,  Turibio Santos e Quaternaglia, além de dois concertos para violão e orquestra, homenageando dois  compositores brasileiros, Francisco Mignone e Achille Picchi com os solistas: Carlos Barbosa Lima e Gisela Nogueira.Ainda nesta edição, o Movimento Violão fez a série “Diálogos”. Foram  5 palestras ministradas pelos violonistas: Jorge Caballero, Álvaro Pierri, Tilman Hoppstock, Turibio Santos e Paul Galbraith no Centro de Pesquisa e Formação do Sesc em São Paulo.
Em outubro de 2015, o Movimento Violão retorna ao interior de São Paulo, aprovado pelo ProAc com o Projeto Grandes Solistas Brasileiros. A série contou com recitais do Duo Siqueira Lima, Fabio Zanon, Paulo Martelli e Gilson Antunes no Sesc Araraquara e no Teatro Minaz em Ribeirão Preto.Este projeto contou com patrocínio das empresas: Tecnoroad e Nigro.
De 2015 a 2016, o Movimento Violão realizou o Projeto Jovens Virtuoses na UNIBES Cultural. Essa série foi dedicada a jovens violonistas, que se apresentavam semanalmente em solos e em duos na UNIBES Cultural em São Paulo.
Em 2017, a série contará com os violonistas: Mario Ulloa, Alessandro Penezzi, Badi Assad, Gilson Antunes, André Rodrigues, Thiago Colombo e Paulo Inda. Estes recitais acontecerão nas unidades do Sesc em São Paulo.

REALIZAÇÃO

sesc                                    dnarte